Acorda consumidor, tira a bunda do comodismo!…

Os bancos praticam o ilícito de cartel no Brasil, um abusa mais que o outro, – um rouba mais que o outro e sob o comando de associações, praticam tirania e atrocidades financeiras ao livre arbítrio em prol de interesses unilaterais.

Patrocinam a corrupção, estancam e eliminam a concorrência neste setor e andando de mãos dadas com o governo, cultivam a concentração de rendas e a miséria na nossa sociedade.

E o povo, vulnerável, paga a conta, todavia, moldado em certa acomodação, aceita tudo isto como se fosse a coisa mais natural do mundo.

Enquanto estes bancos fazem questão de ignorar respeito a seus clientes consumidores e os anseios dos mais de 400 mil bancários do País, por outro lado, mantêm felizes seus diretores e superintendentes.

Alguns dos maiores bancos do País já distribuíram milhões de reais a título de participações nos lucros e resultados, ou bônus para seus “executivos”.

O Sindicato dos Bancários de São Paulo www.spbancarios.com.br acolheu informações que diretores de alguns bancos receberam mais de um milhão de reais, a título de bônus, enquanto isto, para os bancários que sofrem no dia-a-dia a cobrança por metas e estão na linha de frente do atendimento aos clientes, nem proposta os bancos têm para apresentar frente as reivindicações apresentadas, afirma o Sindicato.

…É..!… Realmente trabalhar em banco é um privilégio, mas, somente para uma meia dúzia de “baba-ovo e lambe-botas de banqueiro”.

Acorda Brasil!… Olha-se no espelho, tira a bunda da cadeira, mete a mão na massa, arregaça as mangas e faz valer os teus direitos, não fica esperando que os outros o façam!…

Utiliza-se dos canais disponíveis e grita bem alto, para todo o mundo te ouvir, não deixas os frutos do teu suor escorrer pelas mãos, – os bancos estão sugando as tuas riquezas, levanta a tua espada e pede uma reforma já no Sistema Financeiro Nacional.

Vamos lutar para mudar essa condição, vamos gritar, botar a boca no trombone, vamos nos impor diante desta minoria que quer controlar nossas riquezas, como quem sozinha obtém a chave do progresso.

As riquezas de uma nação são de propriedade de quem as produzem e ao mesmo tempo as consomem, “os cidadãos consumidores” e não dos banqueiros.

Não vamos continuar de cabeça baixa assistindo a uma corja de espertalhões fazer do nosso País uma “senzala financeira”, pois, o consumidor brasileiro evoluiu e não é mais aquele freguês de vendinha de aldeia, que a tudo aceitava e para resolver seus atritos nas relações de consumo, ficava rezando e esperando que as soluções caíssem dos céus.



Veja também:
  • Petição para adesão de assinaturas…Assine!…Faça sua parte!..
  • O consumidor é ferrado com ferro em brasa
  • Bancos imaginam que o consumidor é idiota
  • Em nome do pai, dos juros e dos lucros, amém!…
  • Punição civil sobre o consumidor
  • Um comentário »

    1. suelane sousa carvalho disse,

      19/11/2014 @ 18:29

      ola, adorei as dicas, muito legal o seu trabalho de ajudar o consumidor ferrado, eu por exemplo estou com divida desde 2011 a minha divida era de 1.000 agora no valor de 5.000 reias, eles ja mandaram proposta, mais o juro nao caio muinto, o valor de 3.000 o que faço pra pagar minha divida e nao pagar tanto juros.

    RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

    Deixe um comentário