Carta Modelo>Cancelamento/Cartão de Credito

                                                               Nacional Abc Cartões S/C Ltda.

                                                               A/C Departamento Financeiro/Jurídico

Eu, Marcos Antonyo Lima, Cpf. 009.999.999.99, venho através do presente solicitar o cancelamento do cartão de crédito número  9999.9999.9999.9999, o qual estou em mora do saldo de R$ 2.999,99, valor este, quase na sua totalidade constituído por juros abusivos, multas e encargos diversos.

Tal solicitação se faz devido eu ter ficado desempregado seguido por enfermidade, motivos pelos quais fiquei impedido de honrar o compromisso assumido com essa administradora, todavia, manifesto aqui meu interesse em pagar a referida dívida, no entanto, com a eliminação de juros, encargos diversos e multas abusivas e, no máximo de parcelas  possíveis, de maneira que se encaixe na minha atual realidade financeira.

Dessa forma, fica aqui, expressa minha tentativa, de direito, de solução para a questão, me colocando no aguardo por uma resposta pelo prazo de “dez” dias, a contar da data de recebimento desta e, no caso de negativa por parte desta empresa, não hesitarei em levar o caso para apreciação do Juizado Especial Cível Regional, com base no Artigo 6. Inciso V do Código de Defesa do Consumidor e Artigos 473, 478 e 480 do Código Civil Brasileiro.

                                                                           São Paulo, 05 de Janeiro de 2013

                                                                           Marcos Antonyo Lima/Cpf. 999.999.999.99

 

Ajude a manter o Escravosdosbancos.com.br -> Faça uma “doação” de qualquer valor:

Banco do Brasil  >Agência 6819-5  >Conta Corrente 17.525-0



Veja também:
  • Carta Modelo>Revisão/Dívida com Banco
  • Carta Modelo>Suspensão Cobrança/Emissão de Boleto Bancário
  • Carta Modelo>Juizado Especial Cível-Revisão/Dívida com Banco
  • Carta Modelo>Revisão/Dívida com Empresa
  • Juro do Cartão de Crédito: 403.5% ao ano, 33.6% ao mês, 1.12% ao dia
  • 5 comentários »

    1. VALDIR BATISTA disse,

      21/08/2013 @ 15:35

      Prezado, queria adquirir seus livros sobre BANCOS. Não encontrei para venda. Daí, por favor, passe-me os dados. E PARABÉNS PELO SITE! Você tem prestado um serviço de utilidade pública para nós, os correntistas dos bancos, que somos tratados como lixo.

    2. renato augusto disse,

      12/03/2014 @ 16:20

      Parabéns pelo belo trabalho.

    3. jailson candido de freitas disse,

      11/05/2014 @ 23:28

      Prezados senhores, estava desesperado com a divida que eu tenho com o banco! Após ler escravos do banco estou mais tranquilo. Tentando achar uma luz no fundo do tunel, para sair desta situação. È uma situação humilhante. Realmente se tornamos escravos dos banqueiros. Eu pagava as minhas dividas em dia, até que minha empresa com quinze anos de tradição, começou a dar para traz, por causa dos outros(empregados). Hoje estou com uma divida de 160.000,00 ( Cento e sessenta mil reais). Não sei o que fazer! Quando temos dinheiro, temos amigos e amigos. Quando o dinheiro acaba, acaba a amizade. Amizade falsa, gananciosa, me sinto usado! È triste saber que você tem um amigos ou vários, e vê você por causa do dinheiro. Hoje perdi quase tudo, moro numa casa simples, e estou recomeçando a minha vida. Gostaria muito contribuir com vocês, por esta espetacular materia. Mais infelizmente no momento não estou podendo! mas com certeza vou dar a volta por cima! E, contribuirei com vocês. Meu muito obrigado, por publicar materias tão instrutivas, que me fez muito bem para a minha alma. Estou felississimo com esta matéria! Estava em total depressão, quando começei a ler esta matéria me deu cara uma aliviada na mimha mente. Parabens, por contribuirem pela minha melhora, Agradeço desde já : Jailson Freitas

    4. Dejacir Garcia disse,

      15/09/2015 @ 23:59

      Infelizmente os bancos só nos tratam bem quando temos dinheiro para deixar nas contas. Na hora que mais se precisa eles põe dificuldades.

    5. Edna Rosa de Souza disse,

      20/09/2016 @ 16:58

      Meu marido está com problemas. Vc me ajudou como poderia ajudá-lo
      ————————————————————————–
      Edna,

      Fale para seu marido me enviar o relato dos seu atrito com o banco.

      Marcos Antonyo Lima

    RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

    Deixe um comentário